História de Limeira

História de LimeiraLimeira - A origem do nome da cidade envolve uma lenda popular na cidade, que fala de um frei franciscano chamado João das Mercês o qual acompanhava uma caravana de bandeirantes se dirigindo para o interior do estado.

O frei teria morrido subitamente ao passar uma noite no rancho do Morro Azul e teria sido sepultado ali mesmo com a sacola de limas que carregava, as quais dizia curar febres e que supostamente estariam envenenadas. Ali teria brotado uma limeira, que deu nome ao rancho e a cidade.

Como surgiu

Limeira surgiu historicamente em 1826 a partir da construção de uma estrada feita para escoar a produção dos engenhos da região. Nas margens da estrada em terras do capitão Pedro Gonçalves Alcântara surgiu a freguesia de Nossa Senhora das Dores do Tatuibi oficializada em 9 de dezembro de 1830 por lei provincial.
A cidade também é famosa por ser o berço da imigração europeia de cunho particular por ter recebido nos anos de 1840 e 1846 trabalhadores portugueses e alemães respectivamente, desenvolvendo o sistema de parceria numa época ainda marcada pelo trabalho escravo.
No ano de 1842 o povoado foi elevado à vila e por final foi elevada à categoria de cidade no dia 18 de abril de 1863.

Cultura

Feriados

  • No dia 15 de setembro comemora-se o aniversário da cidade.
  • No dia 20 de novembro comemora-se o dia da Consciência Negra, dia de Zumbi dos Palmares.

Música

Existem quatro corporações musicais que se destacam na cidade:

  • Corporação Musical Henrique Marques, centenária, fundada em 1860, é a quarta banda marcial mais antiga do Brasil. Possui sede própria e mais de sessenta componentes. Afora as apresentações externas, realiza retretas regularmente, a cada quinzena, na praça Toledo Barros. é regida atualmente pelo maestro Mauro Cerdeira, o quarto maestro da corporação em 146 anos.

  • Corporação Musical Arthur Giambelli, fundada em 1932 e conhecida por Embaixatriz Sonora de Limeira por ter sido campeã de vários festivais das décadas de 50 a 70. Assim como a anterior, possui mais de 60 membros e tem sede própria. Também apresenta-se em outras cidades e realiza retretas a cada quinzena na praça Toledo Barros, em semanas alternadas com a Corporação Henrique Marques. Está hoje sob a batuta do maestro Leandro Pereira.

  • Banda Marcial do SENAI Luís Varga, formada em 1998 a partir da fanfarra da escola. Banda bastante jovem e inovadora, tem apresentado-se com destaque em vários locais do estado, comandada pelo maestro Júnior Luiz Villas Boas.

  • Orquestra Sinfônica de Limeira. A cidade apresenta, desde o fim do século XIX, várias formações de orquestras sinfônicas que foram dissolvidas em algum período. A formação da sinfônica atual data de 1995. Conta com duas óperas na bagagem e muitas apresentações em outras cidades paulistas, o que tem elevado o nome da orquestra no estado. Tem em seu quadro 54 músicos e apresenta-se regularmente no Teatro Vitória todos os meses em dois concertos seguidos, sempre de quarta e quinta-feira. Desde o início desta formação a regência e a direção artística estão sob o comando do maestro Rodrigo Müller.

Teatros

Teatros em LimeiraLimeira foi uma das primeiras cidades paulistas a possuir um teatro. O primeiro teatro da cidade chamava-se Teatro da Paz, localizado na praça Toledo Barros e inaugurado em 1882 ainda inacabado. Recebeu este nome para celebrar a paz após a Guerra do Paraguai. Em 1885 o teatro neoclássico teve suas obras concluídas.
Funcionou até o ano de 1940, quando foi demolido para dar lugar ao Cine Vitória, à época um moderno edifício art déco. Em 1996, o Cine Vitória foi reformado para se transformar num teatro.

O atual Teatro Vitória, com capacidade para 670 pessoas, está localizado na praça Toledo Barros, no mesmo local onde fora construída a primeira casa de espetáculos da cidade. Além de peças, concertos, palestras, mostras de dança, recebe exposições no hall de entrada.

A cidade conta ainda com o Anfiteatro de Educação Ambiental Roberto Burle Marx, com cem lugares no zoológico municipal, e o Auditório da Delegacia de Ensino, antigo Cine Boa Vista, no bairro homônimo, com capacidade para quatrocentos pessoas.
Agora a cidade está construindo um novo teatro com capacidade para 500 pessoas próximo ao Centro de Capacitação do Professor.

Monumentos

A Gruta Municipal, na praça Toledo Barros é um monumento que celebra a paz e foi construído por volta de 1920 para celebrar o final da Primeira Guerra Mundial. Originalmente era um coreto e hoje abriga exposições eventuais.

Existem bustos de pessoas ilustres espalhados pela cidade:

  • Cônego Silvestre Rossi, ao lado da Catedral de Nossa Senhora das Dores.
  • Dr. Trajano de Barros Camargo, em frente à escola que leva seu nome.
  • Dr. Octávio Lopes Castelo Branco, em frente à escola que leva seu nome.
  • Dr. Luciano Esteves dos Santos, na praça homônima, em frente ao Colégio São José
  • Monumento à memória do Sargento Alberto Pierrotti e dos combatentes da
  • Revolução Constitucionalista de 1932, na praça do Soldado Constitucionalista em frente do Cemitério da Saudade.
  • Monumento à Maçonaria, na rotatória da avenida. Con. Manuel Alves com a Rod. Limeira-Piracicaba.
  • Monumento à Bandeira Nacional, na rotatória da Via Antônio Cruanes Filho com a Rod. Limeira-Piracicaba.
  • Pórtico de entrada da cidade, na Av. Major José Levy Sobrinho.
  • Obelisco na Praça Toledo de Barros, que celebra o Centenário da Independência do Brasil em 1922, inaugurado em 1924 nas comemorações do Centenário de Limeira.

Saúde

A rede de saúde conta com cinco hospitais. Duas unidades são filantrópicas e recebem auxílio do poder público:
Santa Casa de Misericórdia
Sociedade Operária Humanitária
Os três outros hospitais são particulares:
  • Hospital Unimed
  • Hospital Medical
  • Hospital Dia (antigo hospital filantrópico Beneficência Limeirense, que foi fechado e encampado pela Santa Casa).
    O setor médico é bastante desenvolvido e, dentre os hospitais, destaca-se a Santa Casa, onde se localizam os principais centros de especialidades. O sistema de saúde pública - SUS - funciona dentro da Santa Casa, que é um dos maiores hospitais do interior paulista, atendendo, atualmente, pacientes de 92 cidades paulistas e do Sul de Minas. Destacam-se, dentro do sistema público unidades de referência regional como o Centro para Queimados, o Centro de Câncer e o Centro de Hemodiálise. Alguns transplantes mais simples, como de rins, são realizados na cidade.
    Existem ainda, para atendimentos dos bairros, diversas Unidades Básicas de Saúde espalhadas por todo o município
  • Educação

    A cidade possui 30 escolas estaduais e uma rede de escolas municipais que atende mais de 17 mil alunos. Há também 46 instituições particulares de ensino. Segundo dados do INEP em 2000 a taxa de analfabetismo da cidade é de 6,25%.

    Economia

    Indústria

    A cidade vem se esforçando para se tornar mais atrativa para as indústrias, contando com programas de incentivo. Esta política adotada pelas últimas administrações tenta reverter o aumento do desemprego e do trabalho informal na cidade, os quais também têm crescido juntamente com a população. Existe uma parcela da população que possui emprego em cidades vizinhas.

    Comércio

    O comércio sofre intensa concorrência de outras cidades próximas como Campinas e Piracicaba, as quais oferecem maior conforto e diversidade.
    A expansão do setor de joias na cidade cria uma grande demanda por mão de obra. Essa demanda muitas vezes é preenchia de maneira informal, empregando pessoas sem treinamento para cuidar de etapas do processo de folheação que envolvem materiais tóxicos e perigosos. Há também indícios de emprego de mão de obra infantil nestas mesmas condições.

    Meio ambiente

    Vários dos córregos que atravessam a área urbana da cidade se encontram poluídos. Destaque para o Ribeirão Tatu que recebe alta carga de rejeitos urbanos e industriais.
    Os setores de joias folheadas e papel da cidade também colaboram significativamente para a poluição, dado que nem todas as empresas tratam adequadamente os rejeitos químicos antes de descartá-los. Estes rejeitos além de serem nocivos danificam o sistema de tratamento de esgoto.

    Filhos ilustres

    • Andrés Sánchez
    • Bruno Bastelli
    • Carla Regina
    • Geraldo Luís
    • José Levy Sobrinho
    • Juliana Baroni
    • Manoel Marcellino de Souza Franco (Maneco Dionísio)
    • Niza de Castro Tank
    • Spencer Vampré
    • Trajano de Barros Camargo

    Fonte: Wikipédia




      Sobre o EncontraLimeira
    Fale com EncontraLimeira
    Anuncie no EncontraLimeira
    Cadastre sua Empresa no EncontraLimeira (grátis)



    Termos EncontraLimeira | Privacidade EncontraLimeira


    Bandeira de Limeira